Páginas

Objetos mágicos

Para a realização de nossas práticas nós, Bruxas, utilizamos algumas ferramentas, alguns utensílios. Estes objetos são adquiridos pos nós ao longo do processo de tornar-se Bruxa. Digo isto por entender que o nascimento de uma Bruxa é como o nascimento de uma flor, portanto, exige muito carinho, cuidado, dedicação e paciência. Sendo assim, o “tornar-se” Bruxa é um processo longo e que exige muitos cuidados. Ele é processual e não estanque. Portanto, estes utensílios vamos adquirindo aos poucos e a própria busca por eles é um exercício de paciência, posto que nem sempre vamos encontrar o que queremos e como queremos.

O intuito deste post, então, longe de ser um manual ou uma lista de compras, é compartilhar de alguns dos utensílios que utilizamos e sua finalidade. Espero que gostem e que lhes seja útil em algum sentido.

VASSOURA


Nós, Bruxas, utilizamos a vassoura em nossos rituais e em nosso dia-a-dia. No cotidiano ela pode ser usada, por exemplo, para proteger a casa, colocando-a atrás da porta principal da casa. Já nos rituais nós a utilizamos para varrer a área que será ocupada fazendo a limpeza do local. Esse ato é realizado sem que a vassoura toque o chão, apenas é visualizado, por nós, uma limpeza astral. Essa prática purifica o espaço a traz tranqüilidade ao rito.


(não concluído)
Read More

Proteção

A proteção é muito importante para nos sentirmos seguros, saudáveis e em harmonia. Como o mundo invisível é muito grande e extenso para o conhecimento por inteiro, devemos ao menos ter consciência que nele vivem entidades boas e ruins. As boas se manifestam na beleza e na harmonia, seja em um local ou em uma pessoa. As ruins se manifestam da mesma forma, só que em desequilíbrio, feiúra e desarmonia.

Uma pessoa sadia, bonita e alegre, tem uma ligação positiva e isso traz positividade para a vida dela. Entretanto, se essa mesma pessoa se sentir fraca e desconfortável em qualquer lugar que esteja, está sendo atrapalhada por más vibrações. Como as forças do astral são superiores, o que as torna invisíveis, temos que estar sempre em sintonia, porque apesar de não podermos enxergar estas vibrações, podemos senti-las.
Quando nos sentimos mal, como se uma energia ruim pairasse sobre nós, pode ser uma forma de ataque espiritual. Aí tu perguntas: "O que é um ataque espiritual?".

Um ataque espiritual é quando entidades, espíritos ou até pessoas fazem mal a ti, através de magias e feitiços para atrapalhar tua vida. Pessoas desligadas, ou sem fé, podem até achar que este mal-estar é uma doença física, do corpo, mas nem sempre remédios farmacêuticos podem curar esse mal.
Os sintomas desse tipo de ataque basicamente são: desconforto, desânimo, cansaço e infelicidade, sem nenhum motivo concreto. Fazendo com que tu fiques perdido, sem vontade de fazer nada; enquanto as coisas ao teu redor acontecem tu não sabes o que fazer.

Porém, para tu te sentires melhor e isso não mais acontecer exige muitos e variados métodos, bastante eficientes de proteção, limpeza e harmonização, mas alguns passos básicos são necessários:

* tente eliminar as coisas velhas e quebradas de casa. Afasta o negativo começando por teu lar. Tita todo o pó, poeira e sujeira que aparecer, dexa a casa bonita e sempre enfeitada, isso ajuda a afastar todas as vibrações ruins do ambiente;

* procura acender incensos de ervas como arruda, alecrim, benjoim e mirra pela casa, no centro ou no jardim, trazendo boas influências e faze uma limpeza simples, enquanto tu preparas o espaço físico;
A partir desse processo, tu começarás a mudar; mudar para melhor: melhor em felicidade, disposição e vontade de levantar e viver o dia de hoje.
Leia Mais

Entrevista com a Monja Coen

Recebi alguns emails comentando sobre os vídeos da série Sagrado que postei mais à baixo no blog. Sim, este é um diário de uma bruxa que não se limita à Bruxaria. Este é um canal que me utilizo para fazer comunicar minhas experiências que, repito, também não se limitam à Bruxaria.

Dito isto, posto aqui no blog uma entrevista com a Monja Coen. Ótimo. Recomendo.

Leia Mais

Magias e Rituais

Existem vários métodos de proteção. Uma dica é sempre manter o equilíbrio entre a divindade e tu. Faze sempre tuas orações (independente de tua religião), tenha fé e confia em ti. Segue algumas dicas:

Para defesa íntima

Para proteger teu quarto de maus espíritos e más vibrações, ferve pétalas de uma rosa vermelha, juntamente com folhas de limoeiro, em 1 litro de água, em uma panela de ferro. Deixe esfriar por uma hora e depois borrife pelos quatro cantos da cama onde dormes. Isso transforma teu sono e teu quarto, seguro e protegido.


Ramalhete protetor

Faze um ramalhete com as seguintes flores: rosa amarela, calêndula, crisântemo e girassol, junto com galinhos de louro e alecrim. Tu terás um excelente amuleto de proteção que poderá ser pendurado ou colocado num vaso com água, na entrada de casa, no teu quarto ou cozinha.
Leia Mais

Lua: magia e poder feminino

O ser humano começou a observar a Lua ainda nos primórdios da humanidade. Exemplo disso, é a conhecida representação da Grande Mãe encontrada na França e datada de 20.000 A.C. Nessa obra primitiva temos a Grande Deusa segurando um chifre de bisão com treze entalhes, o que corresponde às treze lunações de um ciclo solar.

Ao contrário do Sol, a Lua aparece de forma diferenciada através de suas fases, o que significa um elemento de mutação e mistério. Sua luz misteriosa sempre fascinou e intrigou os homens nas mais diversas culturas e épocas.

A Lua sempre foi associada à fertilidade, logo ao aspecto feminino. Os primeiros agrupamentos humanos que se tornaram sedentários começaram a perceber que em determinadas lunações a Mãe Terra tornava-se mais fértil, sem falar na associação entre o ciclo menstrual das mulheres e as fases da Lua.

A relação entre as mulheres e a Lua foi crescendo o que fez com muitas delas se tornassem curandeiras e conselheiras sobre as datas corretas para os plantios, colheitas e caçadas.

O calendário primitivo era lunar e os ciclos da Lua eram a maneira mais fácil de marcar a passagem do tempo. Desse modo, havia uma estreita ligação entre a Lua, ciclos menstruais, colheita, plantio e fertilidade. Todo esse simbolismo ressalta o poder feminino e a importância da mulher e da Grande Deusa, a Mãe Terra nas sociedades antigas.

O padrão lunar determinou a semana de sete dias e o mês de vinte o oito dias, o que equivale ao ciclo menstrual das mulheres. O mês corresponde as quatro fases lunares, sendo que casa fase dura uma semana e treze lunações formam um ano. Esse é o modo como os antigos contavam o tempo: o tempo das colheitas, do plantio, do rescimento e da morte. O tempo no qual a referência era a Lua e o aspecto feminino da vida.
Leia Mais

Loreena Mckennitt

We've been rambling all the night

And sometime of this day

Now returning back again

We bring a garland gay.


video

(The Mummers Dance - Loreena Mckennitt)

Leia Mais

Preparação de chás: práticas antigas que se fazem contemporâneas

Quem lê o blog a mais tempo sabe que fui criada numa família que cultiva a prática da benzedura e desfruta dos benefícios que as ervas podem nos oferecer. Particularmente gosto muito dos chás e cada erva demanda um modo de preparo, por isso compartilho um trecho do livro Medicina Alternativa de A a Z, de Carlos Nascimento Spethmann.


COMO PREPARAR CHÁS


Raízes, talos e cascas demoram mais tempo para cozinhar que flores, folhas e ramos. Por essa razão, devem ser cozidas separadamente. À medida do possível, deve-se evitar preparar o chá em vasilhame de alumínio ou ferro. Durante o cozimento, os utensílios desprendem fragmentos que se misturam ao chá, alterando-lhe a composição. Utensílios esmaltados, de louça ou de barro são os mais recomendados. Depois de pronto, o chá deve ser armazenado em utensílio de vidro, de barro ou de louça.
Não se deve preparar chá em grande quantidade e armazaná-lo para utilização durante vários dias. Com o decorrer do tempo, pode haver fermentação. O ideal é preparar a porção necessária para consumo no mesmo dia.
Existem várias maneiras de preparar chá:
TISANA
Acrescentar ervas à água fervente, tampar o vasilhame, e permitir a fervura por mais cinco minutos. Em seguida, desligar o fogo e aguardar alguns minutos antes de usar o chá.
INFUSÃO
Dispor as ervas no recipiente e despejar água fervente sobre elas. Tampar e deixar a infusão em repouso. Folhas e flores devem permanecer em repouso durante 10 minutos. Talos, raízes e cascas, durante 20 ou 30 minutos.
DECOCÇÃO
Despejar água fria sobre as ervas, e iniciar o cozimento. A fervura varia de 5 a 20 minutos. Flores, folhas tenras e brotos necessitam de no máximo 10 minutos. Partes mais firmes, como raízes, cascas e talos devem ser cortados em pedaços pequenos e postos a cozinhar durante 15 a 20 minutos. Após a fervura, o recipiente com o chá deve permanecer fechado durante alguns minutos.
MACERAÇÃO
As ervas devem ser postas de molho em água fria durante período variável entre 10 e 24 horas. Partes tenras como folhas, flores e brotos ficam 10 a 12 horas. Talos, cascas e raízes duros devem ser cortados em pedaços, e permanecer de molho durante 24 horas. Partes intermediários devem ficar de molho durante 16 e 18 horas. Por não utilizar fervura, este método é mais vantajoso que os demais, pois mantém as substâncias terapêuticas das ervas inalteradas.


Outras dicas de chás e preparações, só clicar aqui.
Leia Mais

Reencarnação

Como os wiccanianos entendem a reencarnação? Para responder essa pergunta, trago as palavras de Paul Tuitéan e Estelle Daniels, do livro Wicca Essencial. Vale ressaltar que nem na Wicca , nem na Bruxaria Tradicional, existem verdades absolutas. Portanto, todas as opiniões destes autores são apenas possíveis visões sobre um assunto. De qualquer modo avalio conterem informações importantes e interessantes de serem socializadas.
REENCARNAÇÃO
Praticamente todos os wiccanianos têm alguma espécie de crença na reencarnação. O modo como ela acontece ou que critérios adota difere de pessoa para pessoa. Sem dúvida, a crença de alguma forma de alma ou de alma ou entidade espiritual que sobrevive após a morte é universal.
Uma compreensão do karma e da retribuição cósmica pelas ações praticadas também está fortemebte presente. Com a crença na reencarnação e no karma, torna-se supérflua a necessidade ou a existência de um céu ou inferno específicos. Existe um lugar em que alguns acreditam, chamado "the Summerlands", para onde as pessoas vão depois da morte para descansar no período intermediário entre vidas, mas é um lugar apenas de passagem, não de estada permanente.
A idéia de karma elimina a necessidade de redenção, salvação ou purgatorio. Por suas ações ou omissões, as pessoas traçam o seu destino para vidas futuras, e caso se esforcem para ser o melhor que podem e para ajudar o próximo, elas não precisarão voltar para aperfeiçoar a alma. O que acontece depois disso é de fato irrelevante. Todos temos muita coisa a acertar antes de refletir seriamente sobre essa parte da existência.
Mas os wiccanianos assumem responsabilidade por suas ações. Eles compreendem que, em geral, o que o universo lhes oferece é o resultado das ações praticadas no passado e que aquilo que podem receber no futuro será consequência das ações do presente. Não existem atalhos para a redenção. É necessário muito trabalho, responsabilidade pessoal e disposição de aceitar os defeitos para corrigí-los ou superá-los. O exame de nós mesmos com o objetivo de aperfeiçoamento é uma das formas pelas quais podemos limpar o karma, por assim dizer. Não é fácil; às vezes o processo é doloroso, mas é purificador. Esse auto-aperfeiçoamento é o que se cham de Grande Obra.
Leia Mais

Ética de um Bruxo

No que consistiria a ética de um Bruxo? Para responder a essa questão trago as palavras de Prieto.
A ÉTICA DE UM BRUXO
Ser Bruxo significa ter responsabilidade para com a vida e para com as pessoas. Um Bruxo é alguém consciente de seu papel no Universo e da necessidade do respeito à individualidade das pessoas. A Bruxaria é uma Religião libertária, aberta à evolução, em que todos encontram vazão para manifestar sua religiosidade como é sentida e para cultuar os Deuses à sua própria maneira, mas que encoraja a responsabilidade ambiental e social. Por isso, quando nos voltamos à prática da Wicca, precisamos fazer algumas perguntas:

* Por que quero me tornar um Wiccano?
* Até que ponto a Wicca é importante pata mim e para minha vida?
* Será que quero me tornar um Bruxo para evoluir espiritualmente ou para satisfazer meu próprio ego?
* Estou preparado para aceitar minha responsabilidade perante a vida, a Natureza e os meus atos?
* Estou preparado para aceitar a retribuição justa dos meus atos?
* Tenho exercitado o respeito pela Natureza e a preservação desta?
Leia Mais

Responsabilidade na prática da Magia

A responsabilidade é um aspecto muito importante na Magia. Lendo as palavras de Eddie Van Feu, achei interessante o modo irreverente com que ela aborda esse aspecto e resolvi postar aqui no blog. Reforçar esse aspecto nunca é demais.
Com muito estudo e alguma prática, você vai aprender a lidar com a magia e a usar essa energia incrível ao seu favor. A magia é um caminho para entrar em sintonia com o mundo e conquistar seus objetivos. Tudo pode ser feito através da maia: amor, trabalho, saúde, beleza, prosperidade, sorte... Não há limites para quem se atreve a levantar o véu do óbvio.
Mas há de se ter cuidado. Nada vem sem sua etiqueta de preço pendurada. Algumas coisas trazem o preço à vista. Outras, pagamos à prazo. Outras ainda ficam penduradas no nosso crediário karma (gaça agora e pague na próxima vida). Mas o importante é pagar, ou algum segurança enorme vai te barra na saída e pedir satisfação pela cara-de-pau.
O preço cobrado pela magia é, basicamente, responsabilidade. Sim, para ser um mago, você terá que ser honesto (e isso às vezes é difícil, especialmente quando emoções estão envolvidas). O que você deseja tem um porquê? Ou é um simples capricho? Você quer mesmo aquele cargo? Ou só quer vencer seus concorrentes e provar que é melhor que eles? Você quer mesmo aquela pessoa específica como seu par? Ou apenas se sente só e deseja ser amado? Todos temos motivos para fazermos o que fazemos, até mesmo os psicopatas. Ser honesto com esses motivos é que é uma tarefa árdua.
Bom, quando não somos honestos, cometemos equívocos. Fazemos pedidos dos quais nos arrependemos depois, provocamos uma série de infortúnios e acabamos presos num teatro vendo uma peça de Gerald Thomas, nos perguntando o que fizemos para merecer esse castigo. O preço é o preço. Não interessa se você não viu a etiqueta pendurada, ou se achou que era um brinde. Passe pela porta sem pagar e o segurança vai atrás de você e ponto final. Não existe impunidade. Nem jeitinho...
Por isso é importante que você analise muito bem o que vai fazer. Seja sábio. É uma obrigação.
Leia Mais

Uma Bruxa, por Márcia Frazão

O que significa dizer-se uma Bruxa? Estudo e pratico a muitos anos a Antiga Arte e até hoje tenho dificuldades em colocar em palavras de modo satisfatório o que isso verdadeiramente significa. Por uma opção pessoal, assim como com todos os outros escritores, tenho uma predileção pelos livros da Márcia Frazão. Aprecio o modo como ela compartilha suas experiências e seu pensamento sobre a Bruxaria. Por isso, compartilho, a seguir, um trecho do livro A Cozinha da Bruxa: meu primeiro livro adquirido há muitos, muitos, muitos anos...
O QUE É UMA BRUXA
Muita curiosidade existe quanto à bruxaria. Ainda mais nestes dias, em que ser bruxa constitui um tremendo charme, é estar na vanguarda, ser solicitada; enfim, é estar na moda. Se você pensa assim, acho mais inteligente procurar uma outra coisa, pois a moda passa, mas a bruxaria é eterna.
Hoje se encontram bruxas em cada esquina, todas conhecem o Tarot, cristais, runas..., mas poucas sabem o sihnificado mágico de existir. Quando você encontrar uma, significado do Arcano XXII, mas o de seu último domingo. Pergunte-lhe coisas banais, tal como seu relacionamento com os vizinhos.
O significado da bruxaria está muito claro num antigo provérbio dos índios norte-americanos:
Grande Espírito
Assegure que eu não critique
meu vizinho
Antes de ter andado uma milha
com seus mocassins.

Este é o significado da bruxaria. Um profundo amor ao próximo, pois todos fazemos parte de uma mesma energia. Claro que alguns se encontram mais confusos, mas isso não nos impede de amá-los e procurar ajudá-los.
A sociedade moderna criou seres confusos, perdidos em valores que são ditados acada estação. Cabe a nós, bruxas, tentar restaurar a simplicidade de existir. Por isso digo que uma bruxa é alguém muito comum, que trabalha como uma formiguinha silenciosa, sem se preocupar com sua imagem mística.
A mídia colocou em voga o misticismo, ditou as regras de como melhorar a vida adotando esta ou aquela seita. De repente ser místico tornou-se uma mina de ouro, e borbulham gurus por todos os lados. Todo mundo saiu à cata de um guru. Saíram como loucos apressados e esqueceram a alma dentro de casa!
[...]
Uma verdadeira bruxa sabe que é no dia a dia que se encontram as grandes verdades. É no cotidiano que nos revelamos, só ele pode nos iniciar. Claro que com essa moda mística, muita gente surgiu dizendo-se iniciada. Há uma profusão de bruxos e bruxas que sabem tudo, envoltos em sedução. Se você me vê assim, desista, pois não vai encontrar uma superbruxa envolta num manto feito sob medida. Sou igualzinha a você. Nada mais, nada menos nos torna diferentes de você. Vivo como qualquer mortal e tenho também muitas falhas. Não sou nem de longe um ser completo.
Sobre a autora:
Autora de nova livros de bruxaria, Márcia Frazão não se define como bruxa, mas como uma mulher que nacseu numa família com mulheres de poder. Querendo saber mais sobre, só clicar aqui.
Leia Mais

Na pressão

A Bruxa acendeu o fogo, se liga, rapaziada,

Têm mandinga de Caboclo, mandando nessa parada.

Garrafada de serpente, despacho de cachoeira,

Quanto mais o fogo sobe, mais a panelada cheira.

video

(Na pressão - Lenine)

Leia Mais

Crenças Religiosas

A Roda do Ano conclui mais uma vez o seu ciclo. Um ano de muitas realizações fechou-se e outro começa trazendo todas as potencialidades do novo. Para iniciar as postagens desse ano trago as palavras de Paul e Estelle sobre as crenças religiosas da Wicca.
A LEI DE TRÊS - "Tudo o que fizeres retornará triplicado."
A Lei de Três tem a função de orientar o comportamento no dia-a-dia. O seu significado é este: se der amor, você receberá amor triplicado; se enviar animosidade ou negatividade, isso também retornará com força tríplice. É esse princípio fundamental que impede os wiccanianos de maldizerem as pessoas.
A REGRA DE OURO - "Faze aos outros o que queres que te façam."
A Regra de Ouro é corolário da Lei de Três e uma boa orientação de vida. Embora as pessoas possam querer ser tratadas de modos muito diferentes, a Regra de Ouro estabelece que devemos pensar sobre as nossas ações e assumir responsabilidade pessoal por elas e por usas consequências.
Os wiccanianos não têm a confissão e a absolvição dos pecados; eles têm de entender-se com os seus atos e enfrentar os seus erros. Se erram, examinam o que fizeram e por que fizeram, na esperança de tomar uma consciência maior e evitar erros semelhantes no futuro. Se possível, reparam tudo no presente.
Leia Mais

Especial: Série Sagrado

Uma coprodução da Rede Globo e o Canal Futura, a série Sagrado abre um espaço para a diversidade religiosa em canal aberto. A série discute um tema contemporâneo por semana mostrando a visão de cada religião a respeito.
Infelizmente na Globo ela será exibida às 6:05... mas tem algumas alternativas. Para obter mais informações, só clicar aqui.
Apesar de não seguir nenhuma das religiões, acredito que todos os discursos, de todos representes, vêm de encontro com o que penso: responsabilidade, fé, respeito às diferenças.
Nesta primeira a representante das religiões afro-brasileiras, Makota Valdina, é quem abre a série.

video

A seguir, o representante do Budismo, Lama Padma Santem.

video

Neste, o representante do Islamismo, Xeique Armando Hussein Saleh.

video

Leia Mais

Neste episódio, quem fala mais sobre a religião e a contemporaneidade é o padre Antônio Manzzato, mostrando a visão do Catolicismo.

video

E por fim, o representante do Protestantismo, Pastor Israel Belo de Azevedo.

video

Cabe ressaltar que esta é apenas uma semana da série. Caso fique interessado é possível assistir a todos os vídeos pelo youtube ou pelo site da série mesmo. Fica a dica.

Leia Mais
História das benzedeiras do Rio Grande do Sul...



video

Leia Mais

A História de Dona Ducha

Vídeo gravado no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, como parte do Projeto "Memória dos Brasileiros", desenvolvido pelo Mudeu da Pessoa.

video

Leia Mais

Preparativos

Mais um sabbat de Ostara se aproxima e com ele minha potência de renovação. Que o Equinócio da Primavera carregue magicamente nossa potência de reinvenção cotidianamente.

Preparando-me para a comemoração desse sabbat que será diferente e marcante por presenças muito especiais.
Leia Mais

Sá Luiza

Sá Luiza foi uma famosa benzedeira da cidade de Araçuaí. Conhecida por sua enorme generosidade e fé, muitas pessoas frequentavam sua casa e a procuravam buscando sua ajuda e suas orações.

video

Hoje, depois de seu falecimento, essa crença continua viva na memória daqueles que por alí passaram e na história da cidade.

Leia Mais

A burrice me incomoda

Definitivamente não gosto quando zombam das minhas crenças. Às vezes fica difícil de me controlar. Apesar de estudar e praticar a tantos anos a Bruxaria esta é uma prática minha, o que significa que nunca sai gritando aos quatro ventos que estava exercitando essas práticas. Como também nunca escondi aqueles que são mais próximos sempre souberam.

Sabiam, mas era algo muito distante deles e coisa sobre a qual nunca se interessaram muito em saber. Como nunca houve esse interesse eu nunca falei com eles sobre isso. De modo que esse diálogo nunca aconteceu.

Mas nos últimos tempos têm ocorrido fatos que me deixam muito desacomodada porque as pessoas acabam criticando sem conhecer ou pior, acabam achando que eu preciso convencê-las de que minhas práticas são “para o bem”.

A crítica quando bem fundamentada eu sempre a vejo com bons olhos, é sempre muito bem vinda na minha vida em todos os sentidos, mas levantar falsos juízos sobre determinada coisa é vazio, sem sentido, burro. E, apesar de ser burro, me incomoda. A burrice me incomoda.

Portanto, esse post de “cara feia” pode soar como um desabafo e até pode ser, mas é mais um pedido de socorro. Têm pessoas que esquecem de suas capacidades de pensar. Esquecem que temos essa capacidade maravilhosa de gerir pensamentos. Olha que fascinante!

Experimentem explorar essa nossa característica que, inclusive, é uma das características que nos diferencia dos animais...
Leia Mais

O rap da Bruxa

Bobeia comigo, bobeia... hahaha

video

(O rap da Bruxa - Oswaldo Montenegro)

Leia Mais

Proporcionando outra imagem aos infantes

Idéias que fazem a diferença... se a imagem da Bruxa que está no imaginário social como figura que pratica o mal foi elaborada, modulada, fabricada, produzida e, na atualidade, ainda é consumida, podemos produzir outras imagens dessa figura que desperta tanta curiosidade...

video

Leia Mais

Milagre de Dorotéia

Histórias Extraordinárias, da RBS TV, apresentou neste último sábado, o Milagre de Dorotéia (pra assistir, só clicar aqui).

Leia Mais

Benzedeiras

A prática da benzedura se confunde com a história da minha infância. Como meus pais trabalhavam todo o dia, eu passava meus dias com a minha avó e a minha avó compartilhava o quintal com a minha bisavó. Então, ver a minha bisa benzer era algo muito comum pra mim e eu cresci nesse ambiente carregado de muita magia, muita crença naquelas palavras que fizeram toda a diferença e contribuíram na construção do que eu sou hoje.

E essa prática da benzedura, como é de costume, é uma tradição muito antiga e sobrevive através das gerações pela história oral. Foi assim também na minha família. Tanto é que hoje não é raro as pessoas procurarem pela minha mãe pra fazer algum tipo de benzedura tanto adultos como crianças.

video

Por isso tenho muito respeito e acredito muito nessa prática antiga da benzedura porque já vi muitas curas, já senti seus efeitos no meu próprio corpo e acredito que o poder da cura está na nossa capacidade de reinventar a nossa relação com as doenças e, neste sentido, a pessoa que benze, ela não só benze, mas trabalha essa nossa capacidade, ela ativa a nossa potência, coisa que a medicina tradicional, que também tem seu valor, não faz. Não acho que a medicina tradicional deva ser deixada de lado nos tratamentos, pelo contrário, acho que essa prática antiga pode ser aliada aos tratamentos.

Achei esse vídeo por acaso, mas aqueles acasos muito bons. Ele apresenta algumas senhoras bezedeiras aqui do estado do Rio Grande do Sul. É grandinho, mas vale a pena... fiquei emocionada, pois lembrei direto da minha bisavó. Então fica a dica.

Leia Mais

Jovens que praticam a Wicca

Sempre na tentativa de desmistificar os equívocos no que diz respeito à Bruxaria, encontrei essa reportagem feita pela MTV Brasil com os jovens que praticam a Wicca. Eu como Bruxa sinto-me feliz em ver reportagens como essa que abordam a Bruxaria de modo sério e competente.

video

Leia Mais

Por uma prática reinventada

Sim, sou uma pessoa apaixonada pela minha profissão, mas avalio que existem muitas práticas equivocadas e isso me dá possibilidades de problematizá-las, mesmo porque a profissão não está pronta. Ela se constrói cotidianamente.

É muito comum existir a defesa pela expressão do saber popular e que para isso é preciso a aproximação do saber erudito, “superior”, ele deve garantir a sua expressão, mas não são poucas as práticas equivocadas que atravessam a vida dos grupos e tomam como suas, ou seja, é preciso tomar cuidado de não falar, agir, decidir, julgar em nome dos grupos, mesmo que seja solicitação destes e, para isso, é preciso considerar e apostar na capacidade imaginante dos grupos mesmos. Esta capacidade que inventa e cria coletivamente as transformações de seus modos de vida. As suas revoluções.

Particularmente busco por uma profissão que se livre do comportamento com a rigidez da epistemologia, que reconheça os limites da ciência e se permita reinventar a relação com o conhecimento no sentido de não se sobrepor aos saberes e as histórias dos coletivos. Perceber que o discurso de igualdade é limitado no sentido que tenta tornar homogêneo o que não é, e que se permita abandonar receitas no momento que perceber que estas já não servem mais, já não dão conta de uma realidade que está constantemente se realizando.
Leia Mais

Encantamento

Encantamentos são invocações rítmicas que visam provocar mudanças dos fatos, abençoar uma casa, carregar magicamente um instrumento mágico, banir energias negativas, etc. Existem encantamentos para praticamente todas as finalidades e tu podes criar os teus de acordo com as tuas necessidades. Esse, particularmente, gosto muito e sempre utilizo pra abençoar a casa.

Tocando o teto e tocando o chão,
Somente bênçãos aqui entrarão.
Abençôo a vela que ascendo neste instante,
Abençôo o livro que está sobre a estante.
Abençôo o travesseiro onde minha mente descansará,
E abençôo a lareira que a luz abrigará.
Que a paz deste lugar os amigos sintam ao entrarem,
Que três bênçãos levem na hora que a porta atravessarem.
Descanso para o cansaço e alegria para a tristeza.
Que a cada manhã possamos vislumbrar a beleza.
Batente, janela, peitoril, parede e portão,
Cerquem esta casa com a sua proteção.*

* Retirado do livro Wicca, A Religião da Deusa de Claudiney Prieto.
Leia Mais

Desmistificando os equívocos

Existem alguns pensamentos equivocados em relação à Bruxaria que foram fabricados e modulados ao longo dos anos e que, ainda hoje, permanecem no imaginário social. Então vamos tentar desmistificar alguns desses equívocos.

Nós Bruxas não somos anti-cristãs. Não somos contra nenhuma religião, respeitamos a todas para sermos respeitadas. Não somos contra o Cristianismo. Apesar das perseguições ocorridas no passado que obviamente produziram marcas, vivemos o tempo presente e o que exercitamos e esperamos em troca é o respeito às nossas crenças e práticas.

Não cultuamos o diabo que, aliás, é uma criação cristã. Nossas crenças e práticas remontam aos primórdios da humanidade, ou seja, anterior ao Cristianismo. Obviamente que atribuir à Bruxaria o culto ao diabo foi uma convenção social perfeita para discriminar sua existência e condená-la para que ficasse nas sombras do Cristianismo, porém, este nunca foi um culto nosso. Honramos e celebramos os Deus da Natureza.

Não sacrificamos animais nem pessoas. Não há sacrifícios sangrentos na Bruxaria.

Não praticamos nem somos condescendentes com nenhum tipo de abuso infantil;

Não somos um culto. Muitas bruxas praticam a Bruxaria de maneira solitária, portanto, não há seguimento de um líder.

A Bruxaria não incentiva a promiscuidade nem orgias sexuais. Entendemos que o ato de fazer amor é um ato sagrado, pois é um modo de celebrar a fertilidade da natureza que habita nossos corpos.

Não usamos drogas em nossos rituais. Pelo contrário, muitos são adeptos de uma alimentação e hábitos mais saudáveis.

Não somos proselitistas. Não vais encontrar Bruxas distribuindo panfletos sobre Bruxaria pelas esquinas. A opção pela Bruxaria é pessoal e singular.

Obviamente que práticas equivocadas existem em todas as crenças e com a Bruxaria não seria diferente. Estes são só alguns dos equívocos que giram em torno da Bruxaria. Esta escrita vem de encontro à tentativa desse esclarecimento, pois acredito ser interessante o conhecimento antes de formular qualquer idéia leviana sobre qualquer que seja a crença. Tendo em vista que este é um exercício contínuo, que possamos colocá-lo em prática cotidianamente para deste modo buscar sempre o esclarecimento antes de qualquer ataque.
Leia Mais

Chás

Adoro chás. Por ter nascido numa família de Bruxas, desde muito pequena aprendi a gostar de chás e criei o hábito de tomar também, não só quando estou com alguma dor, mas por prazer mesmo. Cada erva tem suas características, suas propriedades, suas finalidades. Algumas são melhores para preparar chás, outras são melhores para efusões e o aprendizado requer muito tempo e o estabelecimento de uma relação com as ervas. Está muito longe de decorebas.

Achei esse vídeo onde ela dá dicas de quais chás são melhores para a noite e para o dia. Fala também sobre a temperatura da água e o tempo necessário para cada erva. Quem sabe tenha alguma validade pra ti.

video

Leia Mais

Calmantes naturais

HORTALIÇAS
Alface: suco ou chá dos talos (100g para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.
Berinjela: chá (80 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
Pepino: suco diluído em água. Tomar 250 ml de manhã, em jejum.

FRUTAS
Coco: tomar 250 ml de água de coco, 4 vezes ao dia.
Laranja: fazer refeições exclusivas 4 vezes por semana.
Maça: chá das folhas da macieira (80 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia, adoçado com mel.
Maracujá: comer a polpa da fruta, adoçada com mel ou suco iluido em água e adoçado com mel.

PLANTAS
Arruda: chá das folhas (10 g para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.
Cravo: chá das flores (3 flores para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.
Malva: chá das folhas (20 g para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.
Poejo: chá das folhas (30 g para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.

Fonte: Medicina Alternativa de A a Z
Leia Mais

Litha

Hoje celebramos Litha, ritual essencialmente do fogo, pois acontece no solstício de verão, momento em que o poder do sol chega aos seu ápice.

Hoje celebramos a abundância, a luz, a alegria, o calor e o brilho da vida proporcionados pelo sol.

video

Litha é o melhor momento para fazer rituais na praia, ao ar livre, como mostra a reportagem.

Leia Mais

Desabafo II

Parei na frente do computador sem nenhuma inspiração hoje. Mas ao mesmo tempo com um montão de idéias pra colocar no papel (eu e meu mundo).

Quando comecei a escrever umas palavras que me visitavam me dei conta de que eu só sei falar de sentimentos e sensações. E parei! E me desgostei! Muito! Como queria escrever um dia sobre a situação política do país ou sobre a condição de vida do ser humano no Tibet ou Budapeste. Mas eu não sei... Não sei mesmo. E eu sei por que. Porque eu ignoro. Mas dificilmente alguém me chamaria de ignorante (ao menos ate hoje não o fizeram).

Eu sou ignorante, sim. E é ignorante também quem não quer ver que sempre pode fazer mais por alguém (mesmo que não possa mudar o mundo); que a vontade de ir embora não pode nos impedir de ficar; que a beleza é vazia se não tem simplicidade; que todo lugar pode ser a nossa casa (se bem acompanhada melhor...); que “eu te amo” não é “bom dia”; que todo mundo pode viver um conto de fadas (e eu tenho certeza disso); que a insegurança revela uma ausência (sabe-se lá do que) e que não existe inimigo a não ser a gente mesmo.

Droga! Já estou falando sobre o mesmo assunto!
Leia Mais

Samhain

Hoje nós Bruxas celebramos o Samhain. É o corresponde ao nosso ano novo. Nessa noite o véu que separa os mundos se encontra mais fino e, por isso, a confecção das abóboras (Jack O’Lantern), pois se o limite que nos separa é menor, tanto energias positivas como negativas andam a solta. As abóboras servem para afastar estas energias negativas.

Hoje nos lembramos com carinho, pedimos bênçãos e honramos todos aqueles que já se foram. Como a comunicação com eles sofre menos interferências, é a noite indicada para práticas adivinhatórias utilizando o tarô, as runas ou outros instrumentos utilizados por nós.

video

Como Samhain ocorre no auge do outono é o tempo do ano em que o frio cresce. O sol está enfraquecendo cada vez mais, a sombra cresce e as folhas das árvores estão caindo, numa preparação para o inverno que chegará. Hoje realizamos a última colheita do ano e plantamos nossos desejos para o próximo ano. Por isso, como é possível ver no vídeo, geralmente utilizamos dois caldeirões: um para tudo aquilo que queremos banir da nossa vida e no outro plantamos nossos desejos para o ano que se inicia.

Então, que plantemos nossos desejos para o ano que se inicia. Que possamos banir de nossas vidas todas aquelas energias que não se compõem conosco e que possamos ter clareza e entendimento para poder optar pelo melhor pra nós mesmas sempre.

Que assim seja e assim se faça para o bem de todos.

Leia Mais

Incensos

O uso dos incensos pode ser decisivo na realização de um encantamento (quem tiver curiosidade sobre o que é um encantamento, só clicar aqui) e sempre é indispensável nos rituais. Saber utilizá-los não se trata de decorar seus atributos, mas de sentir e isso demanda tempo, experimentações e sensibilidades. De nada adiantará decorar se não conseguir trabalhar com as emoções e intenções na sua utilização.

Coloco a lista aqui mais com a intenção de socializar um saber que não dita em si uma verdade, mas que é resultado de sensibilidades de quem se dedicou estudá-los. Espero que possa contribuir, esclarecer possíveis dúvidas. Que façam bom uso.

Equilíbrio: camomila;
Bênçãos: alecrim, verbena;
Purificação, limpeza: benjoim, cravo, lavanda, alecrim, verbena;
Criatividade: verbena;
Coragem: alecrim;
Adivinhação: louro, margarida, laranja;
Energia, poder e força: flor-de-sabugueiro, verbena;
Fortuna: louro, bergamota, violeta;
Alegria e paz: jasmim, lavanda, alecrim;
Saúde: lavanda, mostarda, alecrim, sálvia;
Amor: rosa, canela, gengibre, lavanda, majerona, margarida, verbena;
Meditação: acácia, camomila;
Dinheiro: noz-moscada, bergamota, cravo, camomila;
Proteção: betônica, bétula, manjerona, menta, mostarda, alecrim;
Poderes psíquicos: louro, betônica, canela, sabugueiro, lavanda, anis;
Banir negatividade: sálvia, cedro, cravo, verbena, artemísia, gengibre, pimenta.
Leia Mais

Considerações de Ana Maria Bahiana sobre a Wicca

Encontrei esse vídeo que mostra um trecho do XII Encontro para a Nova Consciência, que ocorreu em Campina Grande (Paraíba), e achei interessante a discussão que a jornalista Ana Maria Bahiana faz sobre a Bruxaria como prática espiritual.

Esclarece equívocos que muitas vezes são atribuídos à Bruxaria e comenta suas experiências no exterior e como o movimento neo-pagão ultrapassou alguns preconceitos através da competência e processos de luta para esse reconhecimento e respeito.

Apesar do vídeo não ser de boa qualidade, a análise é bastante pertinente pra que possamos superar julgamentos moralizantes que tentam dominar o imaginário social, formular e inculcar um modelo de pensamento e um modelo de religiosidade.

video

Leia Mais

Amores, amigos, paixões

Sabe aquelas ocasiões perfeitas, rodeada de pessoas bonitas e importantes na nossa vida? Foram assim meu 24 e 25 de dezembro deste ano.

Apesar de muitas convenções me aborrecerem bastante, gosto de estar com amigos, com pessoas com quem vivi muitas histórias bacanas e inesquecíveis. Desta forma o Natal se torna apenas uma data que me propicia mais um destes encontros.

Talvez meu último Natal em Pelotas, talvez não... meu primeiro Natal depois do término da faculdade... assistindo ao nascer do sol na beira da praia com um amor pra vida toda e sendo testemunha do começo de um namoro-adolescente. As situações se repetem? Talvez sim, talvez não, mas os atores nunca são os mesmos.

Com aqueles que não pude compartilhar esta noite (amigos, amores, paixões), desejo um Feliz Natal. Prefiro acreditar que Papai Noel é mesmo o símbolo da esperança como sempre ouvi meus avós contando e, sendo assim, a ele peço que meus amigos sejam muito felizes e que o futuro nos reserve muitos encontros iguais a este ou melhores.

Amo vocês.
Leia Mais

Beltane

Chega mais um Babbat e o mais conhecido de todos: Beltane, ou o Dia as Bruxas. É o momento em que a Terra se aquece no gentil abraço de calor do Sol e o inverno é oficialmente deixado pra trás; tempo de celebrar a vida em todas as suas manifestações, dia de alegria, felicidade, riso.

Lembro das palavras de minha bisavó relatando suas histórias de quando adolescente saía para colher flores e ervas nesse dia, lembro dos seus dedinhos gorduchinhos preparando os chás pra mim que por vezes mentia estar com dor somente pra ficar com ela na cozinha e vê-la realizando aquelas pequenas poções com tanta propriedade e sabedoria que nunca vi ninguém realizar como ela.

Desejo que hoje seja um dia especial na vida de cada um, que plantem suas sementes e celebrem a vida cada um à sua maneira, seja saindo com amigos, dando um abraço naquela pessoa com quem sabemos que podemos contar sempre, escrevendo aquela carta que nunca temos tempo pra escrever, dizendo Eu Te Amo quando ainda há tempo para dizer, fazendo uma auto-análise sobre como estamos conduzindo nossas vidas e, se for o caso, não ter medo de tomar a frente nas nossas decisões e não protelar as que sabemos que ninguém pode tomar por nós.

Façam seus banquetes, suas oferendas ao Povo das Fadas, enfeitem suas casas com flores (e sua vida também!), brindem, dancem... que todos tenham forças para perseguir seus ideais e serem vitoriosos em seus sonhos... que assim seja e assim se faça para o bem de todos!!!
Leia Mais

Desabafo I

Depois de uma procura
que me roubou noites de sono
Suspiros, lágrimas e mau humor
Encontrei a minha caixinha de lápis de cor...
Hora de colorir!
Leia Mais

Prólogo

Sejam muito bem vindos,
Neste primeiro post avalio que seja pertinente alguns esclarecimentos para aqueles que por curiosidade ou por casualidade cheguem por aqui e percorram estas linhas.

Este blog surge basicamente por três motivos: o desejo de socializar meus pensamentos, idéias e produções sobre a Antiga Arte da Bruxaria, minimizar a frustração de ainda não ter encontrado pessoas dispostas a montar um grupo de estudos sobre a Arte e desmistificar a figura da Bruxa que só anda de preto, frequenta cemitérios e come criançinhas. Sendo assim, me proponho aqui a problematizar questões referentes às imagens produzidas socialmente sobre a prática da Bruxaria e, quem sabe, com o tempo, consiga esclarecer e/ou desmistificar algumas imagens que povoam o imaginário social.

Existem muitos sites e blogs que se destinam a essa desmistificação quanto à Bruxaria. Alguns inclusive produzem escritas que avalio muito competentes. Espero que este espaço que nasce impregnado de desejos e afetos, venha a contribuir ainda mais na elucidação de algumas questões que me inquietam e que de certo modo podem não ser inquietações somente minhas. Que outros agentes possam contribuir nas discussões e que novas alianças possam se formar.


*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` Bjs, Rita•.¸¸.•*
Leia Mais